america, la revelacion

Eu adoro quando as ordens das coisas mudam, quando as verdades trocam de lugar e quando a gente tem só a opção de duvidar de tudo. E de todos. Porque só assim a gente continua andando, só assim a gente continua pensando, agindo, achando novas verdades para, logo depois, transformá-las em versões ultrapassadas.

E grande Julia indicou esse documentário. Porque la revelacion es la grand revolucion.

____________________________________ http://www.americalarevelacion.com/_____________________________________

Postado por: Antonio

On the Road

Porque nada é mais legal do que andar. E porque chegar lá não tem relação nenhuma (ou pouca, muito pouca relação) com o lugar da chegada, mas com o ir em si. E o filme é lindo. Lindo porque te toca daquele jeito quente que queima e arde por dentro, daquele jeito doido que te faz querer andar, sem rumo mas com direção.

E eu queria ser Sal para mim. E queria ser Dean para outros Sals.

Postado por: Antonio

a caverna dos sonhos esquecidos

Em 2000 fechei o século emergindo numa seara que eu não tinha muita ideia da onde estava me metendo. Fui para São Raimundo Nonato ver desenhos rupestres e na minha cabeça de anos 2000 fui também esmiuçar um centro de Brasil que mal passa na televisão. Doze anos se passaram e vi que hoje sou fruto dessa viagem que durou 10 dias mas que perdura em mim cotidianamente seja quando reflito sobre o tempo, quando dou valor real e irrestrito ao desenho e quando sinto que o miolo do interior percorre completamente em mim ora em textos que escrevo, ora em como me porto, ora em como dou aula, ora em como amo saber que fui pra la. E com quem fui e como fui.

E depois de doze anos Vera indica um filme e eu fui assisti-lo com a Mirtes porque não existe nenhum sentido eu não ouvir Vera e não fazer com Mirtes.

E os desenhos são lindos e eu quis sair de lá e desenhar nas paredes de casa, no o buraco que vivo, que penso e que existo.

Postado por: Antonio

The Fantastic Flying of Mr. Morris Lessmore

Para aqueles que assim como nós do Coletivo amam ler, assistam esse lindo curta.

Curta metragem de animação ganhador do Oscar em 2012.

 

http://www.youtube.com/watch?v=_s-zbwm1f7M

 

Estão disponíveis na AppStore o filme em HD e o livro interativo para Ipad. É só digitar “Morris Lessmore” na busca que todos eles aparecem.

 

Postado por: Tatiana

Pina

Intenso, denso, teatral, pesado. Passei pelo choque, pelo riso, pelo conforto, pelo estranhamento tudo isso no mesmo espaço escuro da mesma sala de cinema que frequentemente vou. Quis sair dançando naquela noite de lá e hoje quero conquistar o mundo, quero dançar a dança estranha que rabisca o chão numa terra sem fim e sem tamanho mexendo os braços fazendo-os desenhar o ar. Quero desenhar como Pina dançava. E quero esse filme sempre ecoando dentro de mim para isso.

 

“Dance, dance … Caso contrário estamos perdidos.” Pina

 

Postado por: Antonio